Inscreva-se e receba as atualizações por email

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Projeto - Educação e Valores

PROJETO

VIVER E APRENDER CIDADANIA


INTRODUÇÃO

É sabido que uma das instituições sociais que mais influi no desenvolvimento da criança é a família, pois desde que nasce a primeira educação recebida é no seio dela. Ao se fazer uma breve retrospectiva histórica, percebe-se que grandes transformações ocorreram na estrutura familiar e que estão intimamente ligadas ao tipo de políticas econômicas, a educação de cada época e, portanto a educação recebida na família serve de base escolar.

A educação de valores se dá pelos sentimentos de amor, justiça, solidariedade e prazer, razões que justificam ou motivam as ações.

A educação como um direito fundamental deve se estruturar partindo do princípio dos direitos humanos. A escola deve impregnar nos alunos uma cultura de valores, reforçar de maneira acentuada a participação dos mesmos, para serem mais protagonistas do que meros figurantes. Enfatizar que as atividades de aprendizagem escolar são um dos melhores dinamismos da formação pessoal e educação cívica.

Criar uma nova figura educativa que mescle o papel de pedagogo, do educador social e do animador sociocultural que se responsabilize por promover na escola todas aquelas atividades que em algumas medidas transcendem os trabalhos estritos das aulas. Coordenando parte das atividades da escola vinculada ao Plano de Ação da Orientação Educacional, envolvendo os pais e toda comunidade escolar de modo que permitam cobrir os diferentes objetivos inerentes ao processo educativo.

Segundo Freinet, aproximando as crianças dos conhecimentos da comunidade elas podem transformá-la e assim modificar a sociedade em que vivem.

Esse trabalho é um trabalho de cidadania de democratização do ensino pela formação de um ser social.



Problema:

Por que as crianças e os jovens estudantes não conseguem conviver em harmonia com as normas disciplinares da escola e da sociedade?

Hipóteses


 Falta de limites e autoridade amorosa dos pais;

 Crianças e jovens vivem só sem a presença de um adulto para supervisiona-los;

 Programa de atendimento em turno contrário para que o aluno possa participar ativamente de tarefas diversificadas;

 Políticas públicas que garante a permanência das crianças e dos jovens em tempo integral na escola;

 Estrutura física para atender os alunos em atividades em período Integral;

 Profissionais habilitados em diferentes áreas para descobrir possíveis talentos;


Justificativa

O Projeto “Viver e Aprender Cidadania” tem o propósito de difundir os direitos e deveres inerente a educação, introduzir de maneira visível nas áreas correspondentes aos assuntos relacionados as normas de convivências sociais, oportunizar o conhecimentos de conceitos e reflexão éticas que ajudam a entender a experiência pessoal e social,. Incrementar os conteúdos básicos para um projeto de cidadania ativa, abordando temas como: violência sexual, maus-tratos contra crianças e jovens, pedofilia, preconceito e valores culturais. Despertar no aluno o sentimento de amor próprio para que possa ter ideal de vida sabendo aperfeiçoar-se para descobrir sua verdadeira identidade.



Objetivo Geral

 Trabalhar a identidade do aluno fazendo com que ele se reconheça como um ser social em direitos e deveres. Tornando-o um cidadão capaz de conviver harmonicamente com as diferenças, respeitando os limites da convivência social, tendo como princípios básicos o amor próprio e aos outros.


Objetivos Específicos

 Resgatar a valorização do ser humano e a importância das virtudes, como tendências para o bem, que devem ser ensinadas e partilhadas desde a mais tenra idade.

 Fortalecer os vínculos afetivos no âmbito educacional para desenvolver uma cultura de cooperação e camaradagem entre alunos e professores.

 Mostrar ao educando que educar não é unicamente instruí-los, mas oferecer experiências significativas que o prepare para a vida como cidadão.

 Desenvolver ações preventivas quanto a violência, maus tratos e abuso sexual contra crianças.

 Refletira sobre comportamentos e noções de boas maneiras.

 Reconhecer o próprio valor.

 Abordar assunto referente aos sentimentos de egoísmo, avareza, falta de educação e respeito com outrem e com idosos.



Metodologia

O projeto será desenvolvido através de palestras que oportunize a reflexão dos educando em relação ao assunto abordado, mensagem em slids para sensibilizá-los, roda de conversa, dinâmica da água, teste sobre personalidade, desenhos, vídeos educativos, musicas e atividades xerox.

Recursos

 Humanos

 PC

 Data Show

 Pen Drive

 Aparelho de Som

 CD

 DVD

 Papel

 TV

 Constituição Nacional

 LDB

 Cartilha da Educação Legal e Real

 Regimento Escolar

Avaliação

Será continua, com ênfase no aspecto pedagógico, observados através de questionários sob pontos positivos e pontos negativos participação e metodologia utilizada no projeto.

Cronograma

Atividades         Maio       Junho     Julho     Agosto    Setembro    Outubro

Escrita do Projeto x

Palestra                              x             x

Roda de conversa                                           x

Dinâmica da água                                            x

Teste                                                                               x

Desenho e vídeo educativo                                                              x

Musica e Paródia                                                                            x


   Projeto anual de Valores


PROJETO ANUAL “CRIANÇA CIDADÃ-CONSTRUINDO VALORES”


1- JUSTIFICATIVA

Os PCN’s afirmam que “cabe à escola empenhar-se na formação moral de seus alunos...” (p. 32)

A cidadania não deve ser construída por vias burocráticas e esse desejo não deve ficar só no papel, nos livros, nos documentos, mas deve deixar de ser utopia e se tornar real, no convívio escolar. Deve fazer parte dos projetos escolares, da proposta pedagógica, do dia-a-dia. Essa meta deve ser seguida e conquistada por todos os educadores.

Por isso, percebemos que alguns valores e atitudes devem e podem ser trabalhados na escola, de preferência por todas as turmas e professores, para que todos “falem a mesma língua”, surtindo assim mais efeito. Através destas reflexões e observações, percebemos a necessidade deste projeto. E ele se faz urgente nesta escola e em muitas outras.

Há vários projetos de cidadania registrados para escolas públicas, que têm problemas com violência, desinteresse, vícios, indisciplina, etc. Mas estes problemas também estão no interior da escola particular, talvez camuflados, ou com outra roupagem, mas existem. Este é um dos motivos que nos faz crer que todas as escolas de rede pública e privada devem levar a sério a sua missão de partícipe na construção da cidadania dos educandos.

Para finalizar, mostrando a importância deste projeto, concordamos com Herkenhoff quando diz “não podemos ter, no Terceiro Mundo, uma escola desligada de seu compromisso social, omissa em face de seu papel de transformação da realidade...(p.30, 1996), e é este o nosso compromisso, enquanto educadores. Vamos fazer a nossa parte neste processo de construção, tão importante.

2- OBJETIVOS


Este projeto visa a valorização do ser humano, resgatando a importância das virtudes, como tendência para o bem, que devem ser ensinadas e partilhadas desde a mais tenra idade, levando à construção da cidadania e autonomia.

Sensibilizar os alunos em relação à importância da boa convivência para criar um ambiente agradável na sala de aula.

Desenvolver reflexões sobre ações corriqueiras. Reconhecer que, desde bem pequeno, podemos desenvolver boa educação e boas maneiras.

Melhorar a disciplina na sala criando regras de convivência e dinâmicas para perceberem algumas atitudes que causam a indisciplina.

3- DESENVOLVIMENTO

3.1- TEMA CENTRAL: Eu e o outro

POR QUÊ? Perceber a importância do outro na nossa vida, aceitar as diferenças, respeitar os colegas, desenvolver atitudes de solidariedade, respeitar e ajudar os idosos, os portadores de necessidades especiais, as crianças de outras raças e culturas.

PERÍODO: 1o e 2o bimestre

SUBTEMAS:

Fevereiro- Convivência e Regras

Março- Solidariedade e Cooperação

Abril- Limpeza e organização

Maio- Igualdades e diferenças – respeito à diversidade

Junho- Justiça, Verdade e Honestidade

Junho- Amizade, amor, afeto


PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS

• Textos, poesias, mensagens, fábulas.

• Criação do Estatuto da Sala (com regras e multas)

• Discussão sobre as necessidades básicas do homem

• Debate sobre os idosos, portadores de necessidades especiais, o menor abandonado, diferentes realidades e situações. Excursão ao asilo, Peti, Casa de Passagem, etc.

• Produção de texto, Relatório e ilustração

• Dramatização (sobre convivência e solidariedade)

• Maquetes dos lugares visitados.

• Confecção de livro.

• Dinâmicas.

• Entrevistas com especialistas.

• Amigo Anjo, correio elegante.

• Exploração de cartazes, figuras e mensagens.

• Conversa sobre os temas trabalhados e as realidades vistas.



3.2- TEMA CENTRAL: Eu e os problemas do mundo

POR QUÊ? Conhecer e discutir os problemas que afligem o mundo e o nosso município, perceber que podemos ajudar e evitar alguns, discutir causas e soluções, estimular a reflexão sobre estes problemas, perceber que alguns problemas estão bem perto da gente.

PERÍODO: 3o e 4O Bimestre

SUBTEMAS:

Agosto: Destruição do meio ambiente, o que fazer com o lixo

Setembro: Violência e guerras, necessidade da paz

Outubro: As crianças (diferentes realidades)

Novembro: Doenças e vícios

Dezembro:Avaliação do projeto e culminância


PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS

• Pesquisa sobre os temas abordados

• Debate, filmes

• Cartazes, painéis

• Campanhas, Confecção de panfletos

• Recorte de reportagens

• Confecção de jornal

• Trocar experiências e partilhar o conhecimento adquirido

• Júri simulado sobre os temas propostos

• Dinâmicas e vivências

• Palestra e entrevistas (policiais, médicos e outros profissionais).

• Visitas (PETI, creche, Lixão)

• Dramatizações

• Poesias, textos informativos, fábulas, mensagens.

• Exploração de figuras

• Exploração de situações atuais e do dia-a-dia, relatórios


5. DURAÇÃO

Todo o ano letivo.


6- CULMINÂNCIA

No final do ano haverá uma festa com exposição do material coletado, fotos, e todo material produzido durante o projeto. Bem como uma sessão de teatro envolvendo os temas abordados no projeto.

Haverá também a gravação de um CD com as músicas do projeto.


7-AVALIAÇÃO

Após cada Unidade de Estudo, no final de cada trimestre haverá um debate para ver o que aprenderam, o que mudou, o que poderá mudar. Depois do debate cada criança preencherá uma ficha de desempenho. Durante o trimestre o professor observará o desempenho de cada um, bem como anotará as dúvidas, críticas, sugestões e dificuldades, com isto será possível rever o projeto e corrigir possíveis desvios. Os alunos também serão avaliados nas atividades propostas (pesquisas, debates, campanhas, excursões, produções de texto, etc.). Portanto, a avaliação será composta de observação, análise das atividades práticas e auto-avaliação.


ATIVIDADES:































VIDEO: PALAVRINHAS MÁGICAS



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails